SOBRE SUICÍDIO E MÍDIA – NOTA ABEPS

A Associação Brasileira de Estudos e Prevenção de Suicídio manifesta-se publicamente, mais uma vez, a respeito das notícias veiculadas na imprensa e nas redes sociais sobre o suicídio. Desta vez envolvendo a morte de uma personalidade famosa da sociedade brasileira. 

Reafirmamos a importância dos cuidados para a veiculação de toda e qualquer notícia a respeito do suicídio, de acordo com as orientações da Organização Mundial de Saúde, para evitar o Efeito Werther: a alta probabilidade de outras pessoas vulneráveis tomarem a mesma atitude. Cartas de despedida, fotos/imagens do corpo ou descrição do método, jamais devem ser divulgados. 

É de responsabilidade de todos, inclusive da imprensa, prezar para o cuidado em relação aos que ficaram, bem como para com a segurança de pessoas que possam estar vulneráveis. 

O alerta chama a atenção para um risco aumentado da ocorrência desse efeito, também conhecido como contágio, principalmente no momento de pandemia que todos estamos vivendo. Já são observáveis um aumento de sofrimento emocional e dos fatores de risco neste período. 

Reafirmamos nosso compromisso com a sociedade para que o suicídio seja prevenido e para que as pessoas que estão sofrendo com essa perda, sejam respeitadas e acolhidas.

Consulte material sobre boas práticas sobre como noticiar um suicídio em nosso site www.abeps.org.br

Incluímos Manuais e Referências sobre o tema:

Organização Mundial da Saúde:

PREVENÇÃO DO SUICÍDIO: UM MANUAL PARA PROFISSIONAIS DA MÍDIA – clique aqui para baixar.

International Association for Suicide Prevention:

REPORTING ON SUICIDE DURING THE COVID-19 PANDEMIC – clique aqui para baixar.

Instituto Vita Alere:

CARTILHAS E MANUAIS – clique aqui para visualizar.