SUICÍDIO: MUITAS RAZÕES PARA PREVENIR
; }

II CONGRESSO BRASILEIRO DE PREVENÇÃO DO SUICÍDIO


O suicídio é um assunto de saúde pública, altamente negligenciado no Brasil e em boa parte do mundo, com taxas crescentes em nosso país nas últimas décadas. Ainda não há políticas públicas nacionais de prevenção do suicídio. E lutar por políticas públicas eficazes e efetivas é lutar para a prevenção do suicídio.

É um assunto que, em pleno século XXI, ainda é tabu! Um estigma milenar com raízes histórico-culturais, que dificulta que a sociedade, as mídias, as famílias, falem dele abertamente. Dificulta também a existência de investimentos adequados em pesquisa e uma melhor compreensão do problema. Lutar contra o estigma é também lutar pela prevenção do suicídio.

Como entender o recente fenômeno da auto-multilação em nossos jovens e adolescentes e o aumento nas taxas de suicídio nessa faixa etária? Como entender o contágio do suicídio? Por que alguns grupos específicos? parecem ter risco maior de comportamento suicida do que outros? Como prevenir o suicídio nesses grupos?

Vitória nos aguarda para discutirmos esses e outros temas palpitantes da prevenção do suicídio. Temos MUITAS RAZÕES PARA PREVENIR O SUICÍDIO. E precisamos de muitas mãos para isso.

Esperamos vocês em Vitória, no II Congresso Brasileiro de Prevenção de Suicídio promovido pela ABEPS, de 30 de agosto a 01 de setembro!

Comissão Organizadora.

Inscrições


1º Lote - até 30/05/2018

Estudantes de graduação R$ 200,00
Associados ABEPS e Estudantes de pós-graduação R$ 250,00
Profissionais e Público em geral R$ 350,00

2º Lote - até 30/06/2018

Estudantes de graduação R$ 250,00
Associados ABEPS e Estudantes de pós-graduação R$ 300,00
Profissionais e Público em geral R$ 400,00

3º Lote - após 30/07/2018

Estudantes de graduação R$ 300,00
Associados ABEPS e Estudantes de pós-graduação R$ 350,00
Profissionais e Público em geral R$ 450,00

Local


Em breve

Convidados


Jennifer Muehlenkamp

(Estados Unidos)

Professora Assistente de Psicologia na Universidade de Wisconsin-Eau Claire e clínica licenciada para o tratamento de comportamento suicida e auto-mutilação sem intenção suicida (ASIS). Publicou mais de 40 artigos de pesquisa e capítulos de livros sobre auto-mutilação, suicídio e outros transtornos relacionados. Associada fundadora e Presidente da Sociedade Internacional para os Estudos de Auto-Mutilação (ISSS).

Acioly Lacerda

(SP)

Psiquiatra, Doutor em Ciências Médicas (Unicamp), Pós Doutorado em Neuroimagem e em Neuroquímica Cerebral (University of Pittsburgh). Professor Visitante do Neuromiaging Laboratory (University of Pittsburgh). Coordenador do Centro de Pesquisa e Ensaios Clínicos Sinapse-Bairral e Professor Adjunto Livre-Docente do Departamento de Psiquiatria da Escola Paulista de Medicina (UNIFESP)

Alexandrina Maria Augusto da Silva Meleiro

(SP)

Médica psiquiatra. Doutora em Medicina. Médica do Departamento de Psiquiatria da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.Membro da Comissão de Atenção à Saúde Mental do Médico e Coordenadora da Comissão de Estudo e Prevenção de Suicídio da Associação Brasileira de Psiquiatria(ABP).Conselho Científico da ABRATA.Integrante da Diretoria da ABEPS(2016 - 2018).

Carlos Felipe Almeida D’Oliveira

(RJ)

Médico. Especialista em Educação em Saúde (UFRJ). Mestre em Ciências da Saúde pela Fundação Oswaldo Cruz. Representante do Brasil da IASP - International Association for Suicide Prevention (2005-2009). Coordenador na Estratégia Nacional de Prevenção do Suicídio (2006-2009). Membro da Associação de Suicidologia da América Latina e Caribe (ASULAC). Associado Fundador e Integrante da Diretoria da ABEPS (2016-2018).

Cleisla Garcia

(SP)

Jornalista do Núcleo de Reportagens Especiais da TV Record, recebeu o Prêmio Vladimir Herzog em 2007 e a menção honrosa do mesmo prêmio em 2008 por “Camboja, o reino destruído”. Autora do livro “Sobre Viver: como jovens e adolescentes podem sair do caminho do suicídio e reencontrar a vontade de viver”

Daniela Reis e Silva

(ES)

Psicóloga. Terapeuta de Famílias e Casais, EMDR e Brainspotting. Fellow in Thanatology (Estados Unidos). Mestre e Doutoranda em Psicologia Clínica (PUC-SP). Coordenadora do Grupo API/ES – Apoio a Perdas Irreparáveis. Integrante e Coordenadora do Grupo de Trabalho de Prevenção do Suicídio no Espírito Santo (GTPS-ES). Membro da Associação de Suicidologia da América Latina e Caribe (ASULAC). Associada Fundadora e Integrante da Diretoria da ABEPS (2016-2018).

Dayse Miranda

(RJ)

Socióloga, Mestre em Sociologia (IUPERJ), Doutora em Ciência Política (USP) e Pós-Doutora em Sociologia (UERJ). Autora dos livros "Por que Policiais se Matam ?: diagnóstico e prevenção do comportamento suicida na Polícia Militar do Rio de Janeiro" (2016) e ?O que quer a Polícia: Poder ou Competência??. Coordenadora do Grupo de Estudo e Pesquisa em Suicídio e Prevenção (GEPeSP), vinculado ao Laboratório de Análise da Violência (LAV-UERJ).

Diógenes Martins Munhoz

(SP)

Capitão do Corpo de Bombeiros Militar de São Paulo. Bacharel e Mestre em Ciências Políticas (Academia da Polícia Militar do Barro Branco). Bacharel em Direito. Engenheiro Civil. Chefe do Departamento de Resgate do CBMSP. Idealizador e Instrutor do Curso de Abordagem a Tentativas de Suicídio do CBMSP.

Humberto Corrêa da Silva Filho

(MG)

Médico Psiquiatra. Mestre em Pharmacologie et Pharmacochimie (Université Louis Pasteur). Doutor em Ciências Biológicas: Fisiologia e Farmacologia (UFMG). Pós-Doutor em Genética Molecular (UFMG). Professor Titular de Psiquiatria da UFMG. Vice-Presidente (2011-2017) e Presidente (2018-2020) da Associação Mineira de Psiquiatria. Presidente da ASULAC - Associação de Suicidologia da América Latina e Caribe (2016-2018). Associado Fundador e Presidente da ABEPS (2015-2018).

Karen Scavacini

(SP)

Psicóloga. Co-fundadora do Instituto Vita Alere de prevenção e posvenção do suicídio. Mestre em Saúde Pública na área de Promoção de Saúde Mental e Prevenção ao Suicídio (Instituto Karolinska, Suécia). Doutoranda em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano (USP/SP). Membro da Associação de Suicidologia da América Latina e Caribe (ASULAC) e da força tarefa de posvenção da IASP. Associada Fundadora e Integrante da Diretoria da ABEPS (2016-2018).

Maíra Cerqueira de Oliveira

(BA)

Terapeuta Ocupacional. Especialista em Direitos Humanos e Cidadania (Ministério Público/UNEB). Mestranda em Antropologia (UFBA). Terapeuta Ocupacional da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia desde 2007 no Núcleo de Estudos e Prevenção do Suicídio (NEPS/CIAVE).

Marcos Eduardo da Silva Teixeira

(ES)

Capitão da Polícia Militar do Espírito Santo (PMES). Bacharel em Ciências Militares - Área de Defesa Social, Bacharel em Direito, Graduação em Educação em Direitos Humanos. Negociador concludente do II Curso de Negociação de Crises com Reféns Localizados da PMES/2008. Concludente do Curso de Gerenciamento de Crises 2017 (PMSP). Coordenador do 5° Curso de Negociação de Crises com reféns localizados da PMES. Comandante da Equipe de Negociadores e Sub-Comandante da Companhia Independente de Missões Especiais (CIMEsp) da PMES.

Maria Carmen Viana

(ES)

Psiquiatra. Doutora em Psiquiatria pela Universidade de Londres. Professora do Departamento de Medicina Social e do Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva da UFES. Coordenadora do Centro de Estudos e Pesquisa em Epidemiologia Psiquiátrica (CEPEP) da UFES. Membro Fundadora do Centro de Estudos de Psiquiatria do Espirito Santo (CEPES). Integrante do Grupo de Trabalho de Prevenção do Suicídio do Espírito Santo (GTPS-ES).

Neury Botega

(SP)

Psiquiatra, Doutor em Saúde Mental, Professor Titular da UNICAMP, membro da International Association for Suicide Prevention (IASP), realiza pesquisa e projetos assistenciais na área de prevenção de suicídio, além dedicar-se à interconsulta psiquiátrica e ao atendimento de crise em hospital geral. Membro da Associação de Suicidologia da América Latina e Caribe (ASULAC). Associado Fundador e Integrante da Diretoria da ABEPS (2016-2018).

Quirino Cordeiro

(DF)

Coordenador-Geral de Saúde Mental, Álcool e Outras Drogas do Ministério da Saúde. Professor Adjunto da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo. Professor Afiliado da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP).

Robert Gellert Paris

(SP)

Voluntário há 25 anos e atual presidente do Centro de Valorização da Vida (CVV). Integrante da Diretoria de Befrienders Worldwide, organização que congrega entidades de Prevenção do Suicídio em 40 países. Associado Fundador e Vice-Presidente da ABEPS (2016-2018).

Roosevelt Cassorla

(SP)

Médico psiquiatra. Membro Efetivo e Analista Didata da Sociedade Brasileira de Psicanálise de São Paulo. Doutor em Ciências Médicas. Professor Titular Colaborador da Unicamp. Professor do Laboratório de Estudos sobre a Morte do Instituto de Psicologia da USP.

Soraya Carvalho

(BA)

Psicóloga. Psicanalista. Especialista em Psicologia Hospitalar. Membro da Escola de Psicanálise dos Fóruns do Campo Lacaniano e da Internacional dos Fóruns. Idealizadora e Coordenadora do Núcleo de Estudo e Prevenção do Suicídio (NEPS). Membro do Grupo de Trabalho de Suicídio União Latino-americana das Entidades de Psicologia (ULAPSI). Membro da Associação de Suicidologia da América Latina e Caribe (ASULAC). Associada Fundadora e Integrante da Diretoria ABEPS (2016-2018).

Programação


QUARTA – 29/08/2018 - VI SEMINÁRIO DE PREVENÇÃO DE SUICÍDIO DO ESPÍRITO SANTO
Horário Evento
9:00 às 12:00 Programação local
12:00 às 14:00 Almoço
14:00 às 18:00 Workshop com Jennifer Muelehnkamp (Estados Unidos) – com tradução
QUINTA – 30/08/2018 - Cursos pré-congresso
Horário Evento
08:00 às 12:00 1. Planejamento e avaliação em programas de prevenção, Carlos Felipe Almeida D’Oliveira (RJ)
2. Criação de grupos de apoio para pessoas em luto por suicídio, Daniela Reis e Silva (ES) e Karen Scavacini (SP)
12:00 às 14:00 Almoço
14:00 às 18:00 1. Principais doenças psiquiátricas associadas ao suicídio, Alexandrina Meleiro (SP)
2. Atendimento de tentativas de suicídio por policiais e bombeiros, Cap. Diógenes (CBM-SP) e Cap. Eduardo (PMES)
18:30 as 20:30 II Encontro Nacional de Sobrevivente
SEXTA – 31/00/2018
Horário Auditório 1 Auditório 2
09:00 às 09:45 Conferência 1:
De braços abertos para a prevenção: Vitória!
Daniela Reis e Silva, GTPS-ES
09:45 às 10:30 Conferência 2:
Um plano nacional para prevenir suicídios: desafios e recursos
Quirino Cordeiro, Ministério da Saúde
10:30 às 11:45 Intervalo
10:45 às 12:30 Mesa 1:
Suicídio em forças policiais
Mesa 2:
Grupos populacionais de risco
12:30 às 13:30 Almoço
13:30 às 14:15 Conferência 3:
Automutilação
Jennifer Muelehnkamp (Estados Unidos)
14:15 às 15:15 Temas livres 1 Temas livres 2
15:15 às 15:45 Intervalo e apresentação de pôster
15:45 às 17:00 Mesa redonda 3:
Emergência e rede de atenção
Mesa redonda 4:
Experiências inovadoras
17:00 às 17:45 Conversa com o especialista 1:
Do lítio a cetamina: terapêuticas biológicas na prevenção do suicídio
Acioly Lacerda (SP)
Conversa com o especialista 2:
Construção de um centro de referência de prevenção de suicídio
Soraya Carvalho (BA)
17:45 às 19:00 Assembleia ABEPS
SÁBADO – 01/09/2018
Horário Auditório 1 Auditório 2
09:00 às 09:45 Conferência 4:
Voluntariado e a prevenção do suicídio – visão no mundo
Robert Gellert Paris (SP)
09:45 às 10:45 Temas livres 3 Temas livres 4
10:45 às 11:00 Intervalo
11:00 às 12:00 Temas livres 5 Temas livres 6
12:00 às 13:30 Almoço
13:30 às 14:30 Painel 1:
Terceiro setor na prevenção de suicídio
Painel 2:
Arte, Saúde Mental e Suicídio
14:30 às 15:30 Conferência 5:
Dilemas acerca de reportagens sobre suicídio
Cleisla Garcia (SP)
15:30 às 16:30 Intervalo – Lançamento de Livros
16:30 às 17:30 Conferência 6:
Autodestruição humana: aspectos psicodinâmicos
Roosevelt Cassorla (SP)
17:30 às 18:15 Conferência de encerramento 7:
Suicídio e cinema
Humberto Corrêa
19:00 Confraternização por adesão
DOMINGO – 03/09/2018
Horário Evento
09:00 Reunião de atual e de futura diretoria da ABEPS
10:00 Atividade na comunidade: abertura do Setembro Amarelo

Trabalhos


Envio


Para enviar seu trabalho, acesse Área do inscrito, vá até o menu trabalhos, e sigua as instruções. Antes de enviar seu trabalho, leia atentamente o regulamento. A data limite para inscrição de trabalhos é 17 de Junho de 2018. Não haverá prorrogação do prazo estipulado.
O ENVIO DO TRABALHO PARA SUBMISSÃO JUNTO À COMISSÃO CIENTÍFICA SIGNIFICA A ACEITAÇÃO DAS REGRAS E CONDIÇÕES ABAIXO DESCRITAS

Área do inscrito

Regulamento


  1. Modalidade de Trabalho
    1. Os trabalhos deverão ser inscritos nas modalidades de Comunicação Oral ou Pôster. Caso extrapole o número de trabalhos inscritos e aprovados para Comunicação Oral, em relação ao número de salas disponíveis, a Comissão Científica encaminhará os trabalhos excedentes para a apresentação na modalidade de Pôster.
    2. A Comissão Científica se reserva a opção de migrar um trabalho de um formato para outro, quando se fizer necessário, comunicando previamente o autor via e-mail.
  2. NORMAS PARA SUBMISSÃO DOS TRABALHOS:
    1. A submissão do trabalho está condicionada à inscrição de pelo menos um dos autores no I Congresso Brasileiro de Prevenção do Suicídio.
    2. A data limite para inscrição de trabalhos é 17 de Junho de 2018. Não haverá prorrogação do prazo estipulado.
    3. O envio dos resumos dos trabalhos deverá ser feito exclusivamente pelo site do evento. Não serão aceitas inscrições de trabalhos via fax, correio, e-mail ou carta.
    4. O resumo do trabalho deve contar com no máximo 2.000 caracteres (com espaço), excluindo o título do trabalho e o nome dos autores, que deverão ser digitados ou colados no espaço próprio do sistema disponibilizado através do site do evento, na página "Trabalhos".
    5. Os resumos deverão ser enviados em Língua Portuguesa.
  3. CONTEÚDO DOS TRABALHOS:
    Deverão ser elaborados de acordo com a Categoria:
    1. Pesquisas Originais, Ensaios Clínicos e Revisão Sistemática, que deverão atender os seguintes itens obrigatórios:
      • Objetivo
      • Método
      • Resultados
      • Conclusões
    2. Ensino e Prática Clínica, que deverão atender às seguintes especificações:
      1. Nos casos em que não se aplica falar em método e resultados, os trabalhos devem conter os seguintes itens obrigatórios:
        • Objetivo
        • Apresentação
      2. Quando os trabalhos tratarem de relato de casos, os seguintes itens são obrigatórios:
        • Relato de Caso
        • Conclusão
  4. ÁREAS TEMÁTICAS:
    O Congresso propõe a liberdade dos temas desde que estejam vinculados ao tópico suicídio, alguns exemplos:
    • Ética
    • Arte
    • Prevenção
    • Posvenção ou luto por suicídio
    • Pesquisa
    • Intervenção
    • Políticas Públicas
    • Como eu faço
    • Relatos de casos
  5. INFORMAÇÕES GERAIS:
    1. Cada autor poderá apresentar até o máximo de 3 (três) trabalhos;
    2. O limite de autores em um trabalho é de 6 (seis), sendo 1 autor/apresentador + 05 coautores;
    3. Os resultados da submissão dos trabalhos serão divulgados no site do Congresso a partir do dia 18/07/2018;
    4. As decisões da Comissão Científica são irrevogáveis e não cabem recursos quanto à recusa dos trabalhos submetidos;
    5. A apresentação de cada trabalho ocorrerá impreterivelmente no dia e horário definidos pela Comissão Científica;
    6. Será reservado o tempo de 15 minutos para apresentação oral, seguido de 5 minutos para debate com a plateia;
    7. A apresentação do trabalho oral deve respeitar o formato Power Point. Não serão autorizadas apresentações de trabalhos através de vídeo-aulas;
    8. Os pôsteres deverão ser produzidos pelo(s) autor(es) com texto em língua portuguesa, formato padrão de 0,90 x 1,20m (largura x altura);
    9. Os pôsteres serão afixados pelo participante nos painéis numerados disponibilizados pelo Evento nos horários informados aos autores quando da comunicação do aceite do trabalho e retirados ao final do evento. Os pôsteres não retirados serão destinados a instituições de caridade;
    10. Os horários das "Sessões de Pôsteres" serão comunicados aos autores através de e-mail e disponibilizados no site do evento e no Programa Oficial, sendo obrigatória a presença de pelo menos um dos autores;
    11. Será entregue um certificado para cada trabalho apresentado, em forma oral ou de pôster;
    12. Os melhores trabalhos apresentados como pôster ou de forma oral receberão um certificado mencionando o fato;
    13. As desistências ou ausências do Congresso que forem formalizadas até 17/06/2018 poderão ter a devolução do valor pago na inscrição com retenção de 30%. Não haverá devolução no caso de desistências posteriores ou o não comparecimento do(s) autor(es) no Congresso, independente do motivo. Não haverá devolução de valores pagos para cursos pré-congresso.
    14. A inscrição dos autores dos trabalhos no XII Congresso não garante a aceitação dos resumos enviados para seleção;
    15. A ABEPS e a Comissão Científica do Congresso não serão responsáveis pelos custos de transporte e de hospedagem ou quaisquer outros custos relacionados com a apresentação dos trabalhos aprovados;
    16. Os autores autorizam a Comissão Organizadora do I Congresso Brasileiro de Prevenção do Suicídio, a publicar ou divulgar o resumo com finalidade de divulgação do Congresso, em âmbito nacional, internacional e em todos os meios de comunicação, não cabendo qualquer pagamento por direito autoral;
    17. Os resumos dos trabalhos poderão ser publicados em anais eletrônicos após o congresso na forma como foram enviados, não cabendo à organização do evento qualquer responsabilidade sobre os eventuais erros ou omissões.
  6. APRESENTAÇÃO EM FORMA DE PÔSTER:

    O pôster deverá ser fixado meia hora antes do horário previsto para apresentação, no número do painel indicado previamente pela comissão organizadora. A montagem e retirada do pôster é de inteira responsabilidade dos autores e não serão disponibilizados materiais para a sua fixação. O horário estabelecido para a apresentação do trabalho deverá ser seguido com rigor. Durante esse período o apresentador deverá ficar à disposição dos participantes e da Comissão Julgadora para os questionamentos e esclarecimentos. Em hipótese alguma será aceita a apresentação do pôster por pessoas que não sejam autoras do trabalho. É obrigatória a retirada dos pôsteres logo após o horário de exibição, pois a Comissão Organizadora não se responsabilizará pela sua perda ou dano.

  7. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DOS RESUMOS:
    1. Adequação do título ao trabalho;
    2. Fundamentação e relevância do estudo;
    3. Qualidade gramatical do texto;
    4. Objetividade;
    5. Adequação do método aos objetivos propostos;
    6. Clareza na apresentação dos resultados e sua discussão;
    7. Cumprimento das normas para elaboração dos resumos;
    8. Adequação do resumo à sessão temática à qual ele foi proposto.

Hospedagem/Viagem


Em breve