‘Tragédia abre chance para diálogo com jovens’

Em seu artigo de hoje no Globo chamado A CONTAMINAÇÃO, e este é um conceito que muito interessa aqueles que trabalham com a Prevenção do Suicídio, Dorrit Harazim, traz o tema. Citando o teórico da comunicação Marshall McLuhan quando em 1972 afirmou, de cima de todo seu prestígio teórico: “O satélite vai espalhar a paranoia terrorista mundo afora, e a era dos satélites globais vai beneficiar os terroristas em sua campanha de violência “. Porque este tema nos interessa? Não temos como nos afastar dos conceitos teóricos da Comunicação e seus impactos sobre “mentes” e ideologias quando sabemos que o risco de suicídio está vinculado ao conceito estudado profundamente por Durkheim, no passado, em seu livro O Suicídio publicado há mais de um século. Mas agora estamos diante de um outro elemento novo: a velocidade no tempo da transmissão da transmissão dos fatos , e o que considero mais significativo: a transmissão das imagens. Os mecanismos de suspensão de imagens das mídias sociais, Facebook, YouTube e Tweets e, embora contém com ferramentas de altas tecnologias não estão respondendo com a agilidade que necessitaria. Porque isto se dá? Estes instrumentos devem atender as necessidades democráticas de controle de danos tecnicamente já observados. E como cidadãos que ambicionamos em viver em uma Democracia plena devemos também exigir maior responsabilidade das mídias sociais. Entrevista na integra em: https://sao-paulo.estadao.com.br/noticias/geral,tragedia-abre-chance-para-dialogo-com-jovens,70002758222